quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Atendimento personalizado: via e-mail, skype, telefone e WhatsApp.

/ /







Atendo pessoas que ainda não conseguem ter um relacionamento duradouro, ainda não encontraram o parceiro de suas vidas.



Pessoas que estão num relacionamento conflituoso. Algumas me procuram já decididas pela separação e outras decididas a salvar seu relacionamento. Vejo pessoas desistindo da separação quando antes já estavam decididas por ela, e pessoas que optam por uma separação quando esta alternativa ainda não lhes parecia tão clara.



Pessoas que ainda estão ligadas ao sofrimento daquele momento ou ao ex-parceiro e por isso não conseguem levar a vida adiante.



Pessoas que querem reconquistar o (a) ex.




Para todos os casos, meus clientes compreendem que a vida vale a pena ser vivida em sua mais profunda intensidade. Que momentos simples e singelos são tão significativos quanto datas especiais, e que vale a pena investirmos nos nossos relacionamentos. Casais felizes fazem uma sociedade melhor.



Andreia Fargnoli: Especializada em relacionamentos.



Atendimentos  via e-mail, telefone e Skype e agora WhatsApp   para todos os países. 

Clientes de outros países: Transferências podem ser feitas por  Western Union.

Consulte valores no:

dicasderelacionamento@hotmail.com

Andreia Fargnoli




Participe da nossa página no Facebook: clique aqui


quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Será que é amor?

/ /
Esse sentimento delicioso, que dá frio na barriga, lágrimas no olho, emoção é algo estranho, mas maravilhoso e dependendo da força, chega a assustar. Mas todos nós queremos viver um grande amor. Esse é o sonho e a busca da maioria das pessoas.
Não há resposta para a pergunta desse artigo, mas sempre existem algumas maneiras de facilitar a descoberta. Acredite ou não, a resposta está em você. Comece se perguntando se você quer estar sempre com essa pessoa. Se a resposta for não, já terá certeza de que não é amor. Ao ler “estar com”, entenda compartilhar tudo: querer chegar correndo do trabalho para contar seu dia; ficar empolgada(o) apenas em pensar em vê-lo(a); estar perto não é suficiente, você quer ser parte dele(a), um pedaço da vida dele(a) para sempre. Você consegue sentir o que ele(a) está sentindo e saber o que está pensando, de tão forte que é a sintonia.
Amar é poder ocupar o corpo um do outro com completa confiança e harmonia.
Cuidado! Existem muitas emoções que acabam confundidas com amor.
  1. Desejo: Há uma diferença muito grande entre querer dormir com alguém e passar o resto de sua vida com O alguém.
  2. Dependência: depender de alguém não faz parte do amor. Algumas pessoas acham que amam alguém pelo simples fato de terem medo de ficarem sozinhas.
  3. Comodismo: quando um relacionamento existe há tanto tempo que a pessoa não sabe como viver de outro jeito, tem receio de não saber viver sem os hábitos adquiridos, como o final de semana e as noites de sono juntos.
Enfim, para não cair nos erros acima, é preciso lembrar da velha frase que diz“antes de amar alguém, você deve aprender a se amar primeiro”. E isso significa ter confiança do seu potencial, acreditar e se admirar; conhecer o que pode oferecer para o(a) parceiro(a).
A resposta sempre estará em você, basta ponderar os pontos acima e confiar que você será capaz de reconhecer esse sentimento.

5 dicas para satisfazer o que seu parceiro deseja

/ /
Você sabe que grande parte dos rapazes delira só de imaginar uma transa em lugares criativos, às vezes até excêntricos, não é? Mas eles têm outro desejo, um daqueles bem secretos, e que morrem de vontade de realizar: ser dominados na cama.
A maioria anseia por experimentar esse tipo de sexo pelo menos uma vez na vida. “Como o homem se sente pressionado a satisfazer a mulher e a manter a ereção o tempo todo, quando abandona as rédeas consegue apenas curtir o momento”. Coloque em prática as sugestões a seguir.
Ousadia 1 – Alimentar a imaginação
Lá no mundo das fantasias eróticas, todo homem sonha em ser assaltado de supetão por uma mulher pronta a usá-lo como bem entende. Mas, se você agir assim na vida real, só conseguirá vê-lo esconder o menino com as duas mãos e fazer cara de pavor antes de sair correndo. Então, primeiro prepare o espírito do seu amor e só então parta para a ação. “Para colocá-lo na frequência ideal e evitar que o tiro saia pela culatra, avise de suas intenções”. Uma boa ideia é telefonar ou mandar um e-mail. “Diga que anda pensando em assumir o comando, mas ainda não definiu hora ou lugar”, sugere. O suspense, por si só, será capaz de deixá-lo com todas as moléculas do corpo em ebulição!
Ousadia 2 – Criar uma emboscada
Agora que você já pode colocar o plano em movimento sem susto (isto é, saltar sobre o rapaz quando e onde quiser), ouse mais. Como? Agarre-o assim que ele abrir a porta, esquecendo o aviso prévio. “Receba seu querido com beijos profundos, abra as calças dele para uma sessão de sexo oral e não dê tempo de perguntar o que está acontecendo”. O moço se sentirá como uma presa e vai adorar. “Além de surpreendê-lo, esse tipo de atitude mostra quanto você gosta de fazer sexo com ele”.
Ousadia 3 – Enfraquecer as defesas dele
Uma vez que seu escravo sexual caia na rede, isto é, na cama, está na hora de colocá-lo a seus pés, sem misericórdia! Tire toda a roupa dele, não a sua. O fato de permanecer vestida o excitará. “Seu homem pensará, inconscientemente, que pode ser abandonado ali, totalmente exposto, morrendo de tesão”. “Além disso, esse é um jeito de ficar em vantagem”. Se a ideia parece sexy, imagine, então, se usar algo como um chicotinho, meias de seda e cinta-liga.
Ousadia 4 – Dar suas ordens
Com firmeza, mas sem perder o charme e o tom malicioso, ordene que vá para a cama e permaneça ali, parado, enquanto você faz o que quer com o corpo dele. Ou deite-se de costas e o instrua a acariciá-la aqui e ali. Por exemplo, diga onde deve passar a língua, quantas vezes sugar seus mamilos e assim por diante. “Um homem ama se sentir usado, como se estive ali apenas para dar prazer a uma mulher”. “Além disso, o fato de você ditar claramente o que ele deve fazer ajuda a aliviar a pressão sobre o jeito certo de excitá-la”.
Ousadia 5 – Amarrá-lo!
O pobre-diabo já aprendeu que é você quem manda? Ponha em andamento mais uma etapa do plano, trazendo à tona seu lado dominatrix: imobilize as mãos dele! Você não precisará de algemas, a menos que a idéia pareça muito tentadora. Se optar por elas (e não por um lenço de seda ou um pedaço de fita), dê preferência àquelas vendidas em sex shop. O moço é marinheiro de primeira viagem na arte da submissão? Prefira segurar os pulsos dele acima da cabeça com suas próprias mãozinhas ou enlace os pulsos com um sutiã. Esse recurso também faz o movimento parecer menos ensaiado. Não duvide: seu querido jamais esquecerá essa transa. O melhor: você também não.
                                                       

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Tudo o que homens sempre quiseram saber sobre sexo, mas tinham receio de perguntar (até para o Google)

/ /

1. Quando fico inseguro com meu desempenho sexual tomo pílula para disfunção erétil. Qual é o risco?
Automedicação sem orientação médica pode virar um problema. Até em casos de resfriado. E recorrer ao comprimido quando não existe impotência sexual pode criar dependência psicológica do medicamento. Para homens saudáveis, o método mais eficaz para melhorar a performance é controlar a ansiedade. “O inimigo da ereção é a descarga adrenérgica, ou seja, a liberação de adrenalina e outras substâncias que promovem a constrição dos vasos sanguíneos, reduzindo o fluxo de sangue para o pênis”, diz Pedro Ivo Ravizzini, urologista do Hospital Samaritano de São Paulo. Tente a técnica de respiração profunda para dar uma baixada na pilha – e uma levantada no amigão.
2. Minha namorada curte ficar com mulheres. É normal sentir atração por ambos os sexos?
Por moralismo ou para tentar simplificar o mundo, as pessoas são classificadas como héteros ou homossexuais. “Porém, entre esses dois polos existem muitas variantes. Uma pessoa pode se sentir mais atraída amorosamente por um sexo e sexualmente pelo outro”, diz Carlos Eduardo Carrion, psiquiatra de Porto Alegre e consultor da MH. Ou seja, ela pode ser apaixonada por você, mas ter tesão por outras mulheres – o que com você não deve ser diferente. Muitos diriam que você é um homem de sorte!
3. É arriscado a garota engolir sêmen?
O gozo é composto, basicamente, por espermatozoides e secreções do testículo, da próstata e das vesículas seminais (duas glândulas localizadas no fundo da bexiga). “Se o homem está livre de doenças, não é nocivo. No entanto, o esperma pode ser um meio de transmissão de doenças sexualmente transmissíveis, incluindo o HIV”, alerta Alfredo Canalini, presidente da Sociedade Brasileira de Urologia do Rio de Janeiro (Sburj). Para se proteger do risco de ser contaminada, o especialista recomenda que a garota sempre faça sexo oral com preservativo. Fora isso, é tranquilo!
4. Como aumento a quantidade de esperma e a potência do jato?
“Fique alguns dias sem ejacular para acumular secreção, beba dois litros de água por dia, evite medicamentos com vasoconstritores (como os que combatem a congestão nasal), coma alimentos ricos em zinco (como ostras) e malhe regularmente”, diz Valter Javaroni, urologista e chefe do departamento de andrologia da Sburj. Para que o esperma saia em jatos, a musculatura que envolve a uretra deve se contrair e a parte de trás do canal se fechar – ações que não são voluntárias.
5. Qual é a melhor forma de fazer minha parceira gozar?
Não existe uma forma melhor que outra, isso depende de cada mulher. “Sua parceira precisa se sentir segura o suficiente para conseguir falar abertamente sobre o que gosta ou não de fazer na cama”, diz Miriam Barros, psicóloga clínica e terapeuta de casal, de São Paulo. Uma maneira bastante comum de a mulher atingir o orgasmo é por meio da estimulação clitoriana – seja com os dedos, seja com sexo oral.
6. Por que as mulheres acham que os homens estão sempre dispostos a transar?
Nossa cultura, bastante machista, disseminou essa ideia. Tal crença, muitas vezes, é passada pela educação que recebemos, sem que percebamos. “O resultado é que homens e mulheres acreditam que é assim que o verdadeiro macho deve ser, gerando expectativas, cobranças e pressões incompatíveis com uma vida sexual plena e saudável”, diz Jussania Oliveira, terapeuta sexual de São Paulo e consultora da MH. Portanto, não caia nessa! Sexo bom é quando os dois lados estão a fim.
7. Minha namorada só fica excitada assistindo a filmes pornôs. Isso é ok?
Cenas eróticas servem como um estimulante visual e facilitam a excitação, como tantos outros estímulos – sejam eles visuais, sensoriais ou até aquele susurro e gemido ao pé do ouvido. “A preferência da sua parceira pode ser algo que contribua para as fantasias e práticas sexuais dela. Muitas garotas assistem a esses filmes sozinhas até para se masturbar”, diz Jussania. Talvez elas usem essas cenas como inspiração na hora H. Veja pelo lado positivo! Se não, é preciso observar como o casal lida com a questão – principalmente quando o clima pede uma transa mais romântica e não tão explícita. Se for preciso, assuma o controle (pelo menos do controle remoto) e capriche nas preliminares para que ela sinta de olhos fechados o que antes precisava ver para sentir. Sacou?
8. Afinal, sexo anal é doloroso para elas ou não?
Depende. “Pode ser muito doloroso se a mulher não estiver bastante excitada e relaxada”, diz Miriam. O homem deve ter muito jeito e cuidado para isso, pois no sexo anal a mulher precisará de muito mais preliminares e estimulação, tanto antes quanto durante a penetração.
9. Meu pênis machuca as mulheres. Qual é o tamanho ideal?
“O pênis ereto mediano varia de 10 a 15 cm na população brasileira. A profundidade da vagina, de 12 a 15 cm”, diz Viviane Poubel, sexóloga e diretora da clínica Urogin, em Brasília (DF). Se existe uma desproporção anatômica entre o casal, a mulher vai sentir dor no sexo por causa da batida do pênis no colo do útero. “Nesse caso, prefira posições com penetração não tão profunda. Ou tente fazer com a parceira por cima, pois ela pode controlar a situação.”
10. Qual é a melhor posição para retardar a ejaculação?
“A ejaculação precoce é causada por três razões: ansiedade, alta sensibilidade da glande e fraqueza muscular do assoalho pélvico (que sustenta e controla a ereção e a micção)”, diz Viviane. Não existe uma posição que facilite esse controle, mas você pode tentar, quando sentir que o orgasmo está próximo, contrair os músculos da pélvis – como quando você quer prender a urina. “Depois de um tempo treinando, você vai perceber que o clímax vai dar uma abaixada.”
11. Tenho preferência por transar com prostitutas. Isso é saudável?
Não há problemas em gostar de sair com garotas de programa. A cilada começa quando essa se torna a única opção para fazer sexo. “Aí, seu ‘cardápio sexual’ se estreita, o que causa bloqueios na área amorosa e na autoestima”, diz Carrion. Você fica condicionado a pensar que só consegue ter uma mulher se pagar. “Tem a ideia de ser rejeitado se não tiver dinheiro para bancar.”
12. Não gosto de inventar posições. Curto o básico papai e mamãe. Sou normal?
Sim, claro que é. Mas, pelo jeito, é acomodado também. Se sua parceira estiver satisfeita com o papai e mamãe tudo bem, sem problemas. “Se ela começar a reclamar que está sem graça ou monótono, é bom você sair dessa zona de conforto e, aos poucos, experimentar algumas posições diferentes”, sugere Miriam.
13. Brinquedos sexuais me dão um bloqueio na cama. Por quê?
“Talvez por insegurança. Você vê esses produtos não como acessórios, e sim como rivais”, diz Carrion. Saia dessa: sex toys são aliados do prazer (sobretudo para ela). “Ela nunca vai preferir os brinquedos a você”, diz Carrion. Porém, se brincar com um vibrador junto dela for desafiador, vá de estimulador clitoriano. Ele tem tamanhos e formas nada intimidadoras – como uma singela borboleta.
14. Não gosto de fazer sexo oral nela. Como driblar a situação?
Antes, é importante saber por que você não gosta. Se o incômodo for causado pelo odor, por pelos excessivos ou higiene, dá para bater um papo com a parceira e repensar o caso. “Se você realmente não gosta e não encontra um motivo, tudo bem: ninguém é obrigado a fazer o que não quer no sexo”, diz Miriam. Até porque a mulher percebe quando a situação ocorre por obrigação. Tente encontrar outras partes do corpo dela que você curta e que sejam sensíveis. O mais importante é a forma como você faz, e não exatamente o que faz ou deixa de fazer.
15. Minha parceira diz que fica mais excitada quando sente dor. Há alguma explicação científica?
Em 1919, o austríaco Sigmund Freud identificou no masoquismo os impulsos de autodestruição, a pulsão de morte. Robert Stoller, psicanalista americano que viveu até 1991 e atuou na Universidade de Medicina da Califórnia (EUA), considera o masoquismo um recordar de fantasias passadas, transferidas para a realidade. Ou seja, fantasias infantis “encenadas” na realidade atual. Na revisão do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, de acordo com a Associação Americana de Psiquiatria, as práticas sadomasoquistas, caso não atrapalhem as relações sociais e de trabalho da pessoa, são consideradas formas de expressão sexual adulta. “O importante é que a prática ocorra de comum acordo e seja excitante para o casal”, diz Jussania. Nesse caso, relaxe e aproveite!
16. Sexo oral dá câncer de boca?
Cigarro e álcool ainda são os dois maiores fatores de risco. Embora a taxa de tabagismo no Brasil tenha reduzido quase 50% nos últimos 25 anos, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o aparecimento de alterações celulares (neoplasia) na boca subiu. “Estudos sugerem que o HPV pode ser responsável por até 50% dos tumores na cavidade oral”, diz Emerson Neves dos Santos, oncologista da Clínica de Oncologia Médica (Clinonco), em São Paulo. Atenção: “O risco de neoplasia quando se faz sexo oral em alguém contaminado é de duas a três vezes superior do que com alguém livre do vírus.”
17. Ela pode engravidar só com preliminares?
Sim! A uretra (canal dentro do pênis) serve de caminho tanto para a urina quanto para o sêmen. “Antes da ejaculação, o homem libera um líquido parecido com muco, que possui a função de higienizar e neutralizar o pH ácido da uretra por causa da urina que passou ali. Esse líquido pode conter espermatozoides, mesmo que em mínima quantidade”, explica Stephanie Roca Volpert, ginecologista da clínica Studio Ser, em São Paulo. Para não ter surpresas, vista o amigão antes de partir para a festa.
18. Como faço para que a camisinha não seque no sexo?
“Se a parceira estiver excitada, ela estará úmida e o preservativo não irá secar. Mas, se acontecer, você pode usar lubrificantes”, indica Stephanie. “O ideal é comprar um à base de água (que não causa alergias) e que tanto pode ser colocado na camisinha quanto na entrada da vagina, sempre que for necessário”, diz Daniela Gouveia, ginecologista da Clínica Vivid, em São Paulo. Fique de olho: se ela secar sempre, vale checar com um ginecologista se a parceira não tem alergia ao látex do preservativo.
19. Depois que minha parceira goza, o lençol fica encharcado com um líquido que não é urina. Então, o que é?
“É secreção com gozo dela”, diz Daniela. De 1 a 2% das mulheres liberam líquido em grande quantidade durante o orgasmo. Isso significa que a garota conseguiu ter uma ejaculação (também conhecida como squirting). “Existem muitas dúvidas sobre a composição desse líquido”, diz Stephanie. “Pode se tratar de urina mais diluída e, por isso, não apresenta cor e odor característicos. Ou de lubrificantes de uma glândula parauretral, chamada glândula de Skene, também conhecida como próstata feminina, que durante o orgasmo se contrai e libera um líquido semelhante ao ejaculado pelo homem.”
via:

Bacana, sacana ou banana: que tipo você é no amor?

/ /
Bacana, sacana ou banana: que tipo você é no amor?


A reclamação é geral! Toda vez que converso informalmente ou dou consultoria de relacionamento a alguém, especialmente com idade entre 25 e 45 anos, seja homem ou mulher, o que ouço é mais ou menos o seguinte: as pessoas estão malucas, não querem nada sério, só pensam em sexo!

Penso que a maior loucura tem sido manter um abismo insano entre o que se mostra e o que se quer. Essa mania de acreditar que é preciso manter uma aparência socialmente interessante a despeito do que se é de verdade. Sabe qual é a doideira disso? É que é uma completa viagem acreditar que você sabe qual é a aparência que vai interessar ao outro! Não sabe!!!

O grande problema é ficar tentando parecer e não ser! Daí, você termina sendo (talvez até sem perceber) um "banana" porque isso parece interessante. Explico: pessoas "bananas" são aquelas consideradas "boazinhas". Fazem de tudo pra agradar. Dizem sempre "sim". São super solícitas. Quer saber? No fundo, no fundo, mesmo sem intenção, pessoas assim são as mais manipuladoras que existem.

Elas querem adivinhar o que o outro gosta. E ao tentar corresponder os desejos do outro, seu único intuito é que ele retribua depois essa "bondade gratuita". Que esse outro faça exatamente o que o bonzinho deseja. Não se conhece. Ou não se assume porque tem medo de não agradar. Prefere focar no desejo do outro como estratégia para ser amado. Não vai ser. Ou será por muito menos tempo do que gostaria. Querendo parecer bacanas, são bananas.

E o sacana? É aquele que só olha pro próprio umbigo. Que faz somente o que quer, quando quer. Em geral, se nomeiam "sinceros demais". Falam o que pensam sem se importar com o que vão causar. Seu lema é "ema, ema, ema - cada um com seus problemas". E sabe o que é pior? O "banana", em geral, fica completamente apaixonado. e frustrado! É por isso que o bonzinho costuma sofrer tanto por amor! E o sacana segue mentindo pra si mesmo sobre estar feliz!

Na verdade, pessoas sacanas se sentem vazias e sozinhas, mas rapidamente vão pra balada, beijam, transam e vivem o momento como bem entendem. Tapam o buraco interno com a peneira e se enganam repetidas vezes, sustentando uma aparência que convence só os bananas. Querendo parecer bacanas, são sacanas.

E a pessoa bacana? É aquele aberta para si mesma e para o outro. Vive o que sente, observando o que acontece dentro de si e ao seu redor. Sabe que a vida e o amor são como uma dança. Precisa de atenção, sintonia, ritmo, cuidado e flexibilidade! Não dá para fazer tudo o que o outro quer, nem só fazer o que ela mesma quer. Tem de ter equilíbrio e sensibilidade. Tem de se conhecer. Tem de saber qual o seu tempo, qual o seu tom.

Bacana mesmo é ser espontâneo. É errar e consertar. É se enganar e aprender. É doer e recomeçar. É arriscar, tentar, amadurecer e apostar no que cada um tem de melhor. Porque a real é que tem muita gente bacana no mundo. Muita mesmo. Mas se você não acredita, simplesmente não vê! Deixa o bacana passar e fica reforçando sua crença ao observar os bananas e os sacanas!

Mude o foco! Abra a mente. Ilumine o coração. Aposte no que você quer e se mantenha no ritmo, porque quando menos esperar, encontrará um par para a coreografia do amor que deseja viver. Afinal, quando você é bacana, bacana mesmo, na teoria e na prática, sem medo de parecer banana ou sacana, você atrai gente bacana! Inevitável assim!


Homens que não conseguem amar

/ /


Num dia, você tem certeza de que encontrou o amor da sua vida e que vocês vão viver juntos e felizes para sempre. No dia seguinte, ele some e nunca mais dá notícias. Essa situação lhe parece familiar?
Pois saiba que muitas mulheres ao redor do mundo dividem com você essa mesma angústia. Todas se sentem confusas e inconformadas com o comportamento inexplicável dos homens que pareciam ter sido feitos sob medida para elas.
Mas por que isso acontece? Por que eles agem assim? Provavelmente você acha que a culpa é sua.
Homens que não conseguem amar foi escrito para mostrar que você está errada – a culpa é deles. Esses homens desenvolveram o que Steven Carter e Julia Sokol chamaram de fobia a compromisso.
Isso significa que não importa quanto você seja atenciosa, sexy, independente, carinhosa ou bem-sucedida: homens com fobia a compromisso sempre irão fugir das mulheres no momento em que a relação começar a ficar séria.
Com base em pesquisas e entrevistas, os autores criaram um livro informativo, bem-humorado e extremamente útil que vai ajudar as mulheres a resgatar a auto-estima que os relacionamentos fracassados destruíram.
A partir de depoimentos e histórias com os quais qualquer mulher poderá se identificar, você vai aprender a:
· Reconhecer os sinais de que o cara vai cair fora
· Descobrir por que isso acontece
· Parar de se sentir rejeitada se seu namorado sumir de repente
· Evitar se envolver com homens potencialmente problemáticos
· Reagir da forma correta quando se apaixonar por um deles

***

O começo: ele só pensa em quanto quer você.
O meio: ele sabe que tem você e isso o assusta.
O fim: Você o quer e ele sai correndo apavorado.
O amargo final: está tudo terminado e você não sabe o motivo.
Por que ele parou de telefonar? Se ele dizia que me amava tanto, por que desapareceu de repente? Como pôde fazer isso comigo? Se alguma vez você já se fez essas perguntas, este livro pode ajudá-la a encontrar as respostas de uma vez por todas.
O motivo por trás desse comportamento tão estranho é a fobia a compromisso. Alguns homens desenvolvem um verdadeiro pavor diante de um relacionamento sério e reagem tomando atitudes muitas vezes incompreensíveis.
O problema é que eles não querem – e não sabem – se envolver intimamente com ninguém. Quando percebem que estão se apaixonando e que a relação está evoluindo para um compromisso, dão um jeito de cair fora.
Não parece nada justo, certo? E não é mesmo. Mas você pode aprender a evitar que esses homens problemáticos atrapalhem sua vida e arrasem sua auto-estima. Neste livro, você vai descobrir como fugir dessa armadilha antes que caia nela mais uma vez.
Com depoimentos reais, histórias divertidas e ensinamentos práticos, Homens que não conseguem amar é um verdadeiro manual de sobrevivência para as mulheres que estão sempre envolvidas com os parceiros errados e que acabam absorvendo a culpa pelo fracasso de seus relacionamentos.

Quando você começar a reconhecer o padrão de comportamento dos homens, compreender os motivos que os levam a agir assim e aprender o que fazer a respeito, será capaz de dar uma grande guinada em sua vida amorosa. E, quem sabe, vai finalmente encontrar a felicidade que sempre desejou.

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Siga meu Facebook