terça-feira, 26 de julho de 2011

VIRGINDADE – perguntas dos HOMENS

/ /


Quando se perde a virgindade, tem-se necessariamente que sangrar?

Nem todas as mulheres virgens, sangram na primeira relação sexual com parceiro!!! 
Se no ato sexual a mulher estiver tranqüila e relaxada e, se apresentar grande lubrificação vaginal, 
o relaxamento muscular pélvico pode favorecer a penetração, mantendo o hímen intacto. 
Nos casos de hímens com dois furos, caso esses furos forem maiores que o tamanho do pênis 
do rapaz, especialmente no caso de transa adolescente onde o pênis pode ser fino, também 
há poucas chances de sangramento. Há casos em que o sangramento é mínimo e se dilui nos 
fluídos sexuais da lubrificação vaginal, passando desapercebido pelo casal. Portanto, nem todo
 hímen se rompe ... nem todo hímen que se rompe sangra ... nem todas as mulheres nascem 
com hímen ... há mulheres que sangram quando perdem a virgindade ... outras não!!!



Como saber que a mulher é virgem?

Estou saindo com uma menina que diz ser virgem ... gostaria de saber como consigo 
me certificar se ela é virgem ou não? Algo que eu possa perceber na hora "h" pois não tirei 
a virgindade de nenhuma garota antes e desconfio que ela não seja e esteja só fingindo.

Por que, para vc, é importante que ela seja virgem??? Olha, penso que este é um 
detalhe nem um pouco importante!!!

A virgindade biológica é atestada pela presença ou ausência do hímen. Somente uma 
análise visual da entrada do canal vaginal poderia fazer uma avaliação sobre isso. 
O hímen é uma pele que recobre a entrada do canal vaginal ... ele está localizado 
bem na entrada. Geralmente, o hímen é observado, visualmente, por profissional com experiência (ginecologista). Até por que, ele analisa a região de entrada da vagina, em especial,
 os tecidos ali existentes.



VIRGINDADE ELÁSTICA

Minha namorada é virgem e em uma consulta ginecológica foi mencionado que a
virgindade dela é elástica...

Provavelmente quando o/a médico/a falou em "virgindade elástica" ele/a estava se 
referindo ao tipo de hímen que sua namorada apresenta.

O hímen é uma pele que recobre a entrada do canal vaginal ... ele está localizado 
bem na entrada. Existem tipos diferentes de hímens:

* há alguns com pequenos furos (parecendo uma peneira);

* há outros que apresentam um orifício central,

* há hímens com aspecto de dois furos;

* há hímens cujo tecido é tão pouco na entrada do canal vaginal que apenas parece pequenas 
peles de vestígio na lateral da vagina ... esses, só vão se romper, quando a mulher se 
submeter a um parto normal.

Talvez ele esteja falando desses últimos tipos de hímens, onde o tecido se 
estica e não rompe, mesmo numa penetração.



VIRGINDADE MASCULINA

Eu gostaria de saber se existe alguma forma de saber se um homem é virgem, se 
existe algum exame, por favor me responda pois minha namorada não acredita que 
sou virgem, e já tivemos muitas brigas em relação a isso.

Não há nenhum exame que possa comprovar a virgindade masculina. Sua namorada 
terá que acreditar na sua palavra.

Nem mesmo os teste de paternidade, que analisam o DNA de uma criança nascida, 
seriam indício definitivo de que um homem perdeu a virgindade. Não vamos esquecer 
que ser pai não significa, necessariamente, transar. Um homem pode ser pai, sem 
nunca ter transado. Basta para isso, recolher seu esperma (numa masturbação)
 e inseminar, artificialmente, uma mulher.



Não sUPORTO o FATO de NãO TER SIDO o primeiro!!

Tenho 20 anos ... Estou namorando pela primeira vez há dez meses. Amo minha namorada, 
pois achei nela tudo o que queria e que esperava em uma relação. Tudo seria perfeito se 
ela não tivesse tido dois namorados antes de mim, com os quais mantinha relações sexuais. 
Eu fiz amor pela primeira vez com ela e não aceito, na verdade eu sinto muita dor por 
isto ter acontecido. Fico pensando nela transando com os antigos namorados - na verdade 
eu fico imaginando, pois não os conheço - e isso me causa uma tristeza inimaginável, 
tão forte que me faz pensar seriamente em terminar a relação, mesmo sabendo que nunca 
mais vou achar alguém como ela. O que faço? Por favor me oriente...



Tenho 21 anos. Há 2 meses comecei um namoro e mantenho com minha namorada 
uma relação muito franca, de muito carinho e afeto. Na segunda semana de namoro 
ela me contou que não era mais virgem, já havia tido um namorado anteriormente. Nunca
 liguei antes para virgindade, mas não sei porque penso sobre isto simplesmente 100% do 
tempo e tenho por causa disto idéias negativas a respeito dela, como frustração e desejo de 
que ela fosse 
virgem, etc. Sei e admito que é uma coisa sem real importância e sofro muito com estas 
idéias obsessivas, pois gosto muito dela. Eu não gostaria que isto destruísse nosso namoro.

Penso que a sua preocupação com a virgindade de sua namorada é uma expressão do seu 
machismo e egoísmo: machismo por ter dificuldade em lidar com o fato dela já ter namorado 
outros rapazes e, com eles, ter praticado sexo. Qualquer sociedade do futuro que se proponha 
a ser mais igual, mais democrática e mais plena aos seus cidadãos, deverá superar todas as 
formas de hierarquização social, entre elas a dos gêneros, em especial, superar aquelas idéias 
que dizem que a mulher deve se “guardar” para um homem ... ou que deve praticar o sexo só 
após o casamento; egoísmo pela dificuldade em lidar com a “imagem” negativa que você se 
impõem, em relação aos outros (antigos) namorados. Parece que você está mais preocupado 
com a sua imagem do que com sua namorado (com o que significou para ela, em termos de 
experiência sexual e direito sexual).

Você diz que gosta dela e que vocês se dão muito bem no relacionamento 
e na convivência. Você já imaginou se, ao invés de conhecê-la agora, você a 
conhecesse daqui a um anos, depois dela ter casado e, por exemplo, ter ficado viúva? 
Você não iria querer se relacionar com ela, mesmo sabendo que ela pode 
ser a "mulher de sua vida" só porque ela já transou com outro homem antes de você? 
Se para você esta situação é diferente é porque o que te incomoda não é o 
fato dela não ser mais virgem ... mas o que te incomoda é que ela demonstra 
ter um comportamento livre ... de liberdade, de emancipação ... de não-submissão 
a sociedade conservadora.

Talvez possamos considerar que este seu ciúme, em ficar pensando nela transando 
com os antigos namorados, pode ser uma expressão egoísta de posse sobre a mulher ... 
uma demonstração de autoritarismo seu, e controle sobre a sexualidade feminina. Quando 
alguns homens não conseguem tolerar a liberdade da mulher, começam a desqualificá-la 
dizendo que ela perde em valor pelo fato de ter transado. O homem que tem várias 
mulheres é um garanhão ... a mulher torna-se "galinha" ... vc percebe a contradição???

Veja que não é o sexo o que determina a desvalorização da pessoa, porque se fosse, 
os homens perderiam em status social pois, desde que a humanidade existe, 
o homem transa fora do casamento, transa com a prostituta, freqüenta bordeis, 
transa com o travesti etc. O que determina a desvalorização da mulher é 
exatamente o controle de sua própria vida ... sua liberdade ... sua aparente falta de 
preocupação com que o homem pensa dela ... sua busca pelo prazer ... 
seu comportamento de independência ... sua capacidade de se livrar 
da repressão sexual e das imposições frente a sua sexualidade.

Muitos homens, por machismo e egoísmo, acabam rompendo seus namoros 
porque a mulher já teve uma vida sexual anterior. Esse tipo de atitude tem 
levado muitos homens a perderem o "amor de suas vidas" por simples capricho 
e imaturidade. Pense nisso!!!

Se você não consegue aceitar que sua garota tem tanto direito a namorar, 
a conhecer, a amar, a transar e a sentir prazer ... como você tem, então 
talvez, você não esteja pronto para se relacionar com ela num clima de respeito 
e igualdade. Vocês são jovens ... ela certamente encontrará outros caras ... 
quem sabe uma dia, ela conheça um homem que comece a dar valor a aquilo 
que realmente interessa numa relação: o caráter das pessoas, a honestidade, 
o companheirismo, a paixão, o amor, a saudade ... Pense nisso!



PENETRAÇÃO FÁCIL. SERÁ QUE ELA ERA MESMO VIRGEM?

Na minha primeira relação sexual com uma garota ela me disse que era virgem, 
porém na hora "H", ou seja, na penetração, parecia que ela já havia tido relações 
sexuais anteriormente, não houve nenhuma dificuldade de penetração. Podemos dizer 
que é normal ou ela está mentindo?

Claro que isso pode mesmo acontecer. Sua namorada pode estar dizendo a verdade.

Os homens acham que podem saber se uma mulher é virgem ou não, caso ela 
sangre ou apresente a vagina muito apertada. Ora, esses dois aspectos não são 
garantia de nada! Primeiro, porque nem todos os hímens sangram quando rompidos 
na primeira relação sexual ... segundo, se a transa for agressiva e violenta ou, se a 
garota não estiver a fim, e portanto, não estiver excitada/lubrificada, ela pode se 
machucar e sangrar, mesmo que já tenha transado muitas vezes. Uma mulher que 
já tenha experiência sexual, que já tenha transado com penetração várias vezes, se, 
numa próxima transa, a vagina estiver contraída e apertada, pode significar que ela 
está tensa, nervosa, com medo ou sem vontade, seu canal vaginal estará apertado e 
o homem terá dificuldades em penetrar e, poderá pensar que ela é virgem.


VIRGEM – como saber?

Tenho 23 anos sou do sexo masculino, sou virgem. O que é perceptível para 
um rapaz que namora uma menina a 3 anos saber se ela é virgem, tendo em vista que, 
tenho contatos muito íntimos com ela tipo: sexo oral, fricção do clitóris com o dedo. 
Como Posso saber se ela é realmente Virgem? É normal um rapaz de 23 anos, ser virgem 
nos tempos atuais?

Claro que é normal e comum, muitos rapazes de 23 anos, virgens. Não esqueça 
que transar com alguém não é apenas uma questão de idade ... é uma questão 
de oportunidade, de vontade mútua, de disposição, de local, de privacidade ...

Penso que você poderia perguntar para sua namorada, se ela é virgem ou não e, 
resolver acreditar nela!! Parece-me que é essa a grande questão: você não acredita que 
sua namorada 
está lhe dizendo a verdade. E afinal?? Por que a virgindade feminina é importante para você? 
Pense nisso?



HÍMEN que NÃO se ROMPE

Tenho 32 anos, convivo com uma mulher e temos relações sexuais freqüentes. 
Sua médica ginecologista afirma que seu hímen ainda não foi rompido. Como pode 
se sempre há penetração?

Provavelmente sua garota possui o hímen chamado complacente, ou seja, 
o tecido que constitui o hímen se estica o suficiente para que seu pênis 
penetre no canal vaginal, sem que haja o rompimento do tecido. Neste caso, 
a perda da virgindade ocorreu pelo ato sexual com penetração, e não pelo 
rompimento do tecido do hímen.

Esse fenômeno é muito comum nas mulheres. Nesses casos, o rompimento do 
tecido ocorre somente quando a mulher ganha um bebê por parto normal 
(quando a criança, que vem do útero, passa pela vagina, rompendo o tecido himenial).



Sou acadêmico de Direito ... estou pesquisando o tema virgindade – como mito e tabu, 
para efeito de monografia. O nosso "moderníssimo" código civil trata do 
defloramento de maneira insustentável e imoral. Qual sua opinião?

A VIRGINDADE FEMININA constitui-se num tabu social, uma vez que as sociedades, 
de um modo geral, proíbem a “defloração” da mulher antes do casamento. 
Embora não seja uma condição universal, tal tabu apresenta grande alicerce 
nas sociedades ocidentais, reforçado pelo mito da virgindade como uma virtude. 
No entanto, em algumas sociedades hindus, indonésias e sul-americanas, as meninas são 
submetidas a “defloração com o dedo”, ainda na primeira infância.

O emprego do termo defloração deve-se originariamente à idéia de que, 
com a ruptura do hímen, a mulher perde a “flor da virgindade”.

O tabu da virgindade foi e pode ser considerado, como uma das mais terríveis formas 
de dominação da mulher – uma expressão do machismo, uma vez que a reduz a mulher 
a um ‘selo’ virginal (o hímen). A grande influência da religião judaico-cristã sob os costumes 
e crenças e, sendo o Brasil o maior país católico do mundo, mostra que a origem e 
a manutenção das idéias sobre virgindade, apresentam inseparáveis relações com os 
dogmas do cristianismo. Portanto, a manutenção do dogma religioso de virgindade de Maria, 
pode ser visto como uma condição imprescindível para, não só manter instável a moral 
sexual no ocidente, como também, legitimar a violência e dominação machista, 
responsáveis pela coerção aos direitos da mulher, no modelo de sociedade que 
vivemos --- a patriarcal. Da mesma forma que, em matéria de comportamento, reprimir 
toda e qualquer forma de vivência sexual que não conduza à procriação.

Como mito, a idéia básica está na crença de que ser virgem significa ser virtuosa, 
com qualidade moral, ter pureza da alma. A

virtude seria uma condição apenas da mulher que fosse deflorada no casamento, 
o que conferiria a mulher todo o respeito. É uma idéia que tira a liberdade sexual 
feminina e confere ao homem-marido, todo o seu poder sobre a esposa; confere aos 
homens todo o seu poder sobre as mulheres; coloca o casamento como um incontestável 
destino na vida da mulher (uma conseqüência natural e inquestionável).

Essa relação, das decisões frente a sexualidade feminina estar condicionada ao 
poder masculino e cultural, foi também institucionalizada e reforçada pelo CÓDIGO CIVIL. 
Ela precisa ser constantemente revista, em nossa sociedade, a fim de alcançarmos 
uma maior democracia e igualdade nos relacionamentos afetivos.


IDADE para PERDA da VIRGINDADE

Sou homem, 16 anos, e gostaria de saber qual é a média de idade que as mulheres 
perdem a virgindade?

É difícil dizer a média de idade para a perda da virgindade. Sabe-se que hoje em dia, 
as garotas estão tendo sua primeira transa, entre os 12 e os 17 anos. No entanto, esta 
idade é também a idade em que mais ocorrem casos de gravidez e contaminação do HIV. 
Portanto, não é vantagem nenhuma iniciar a vida sexual com parceiros e não adotar 
um comportamento maduro, seguro e responsável. Penso que as garotas que transam 
depois de seus 15, 17, 20 ou até 25 anos, podem refletir e buscar a hora certa e a 
oportunidade mais adequada.




5 comentários:

  1. Casei com uma mulher que nao era virgem, isso ate me preocupou um pouco, me perguntava se ela aguentaria essa monogomia. Mas o fato que me incomoda mesmo eh minha esposa nao aceitar falar do passado sexual dela, disse que transou sim, que o corpo eh dela e que fazia o que queria. Mas conheco minha esposa ha muitos anos ele tenho certeza que ela teve poucos parceiros sexuais (tenho quase certeza que foi um so). A minha duvida eh. Por que ela nao gosta de falar sobre o passado sexual dela? Sera que ela teve alguma decepco? Ou ela ainda sente alguma coisa por seu ex-parceiro?
    Socorro!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mulheres costumam mentir sobre o passado sexual.
      Mas e o que importa pra você? Desencana disso!
      Elas mentem por causa da pressão cultural, que ainda provoca um medo enorme de serem julgadas como infiéis, irresponsáveis e pouco confiáveis por serem mais livre sexualmente.É talvez por se preocupar com o ego dele e pensar em como ele vai se sentir pouco à vontade com a experiência dela.
      Não se preocupe com desempenho dela no passado, já passou. Pessoas bem resolvidas sexualmente não se preocupam com esse ocorrido. E não se preocupe, ela não sente nada pelo ex, se sentisse não estaria casada com você.

      Excluir
    2. Nem todas as mulheres são assim, eu particularmente prefiro dizer a verdade, o que importa não é o pasado, mas sim o presente, e se ela ainda gostasse do ex, estaria com ele, e não com vc, as pessoas tem que se garatirao invés de ficar sofrendo com passado.

      Excluir
  2. sou homem e tenho uma duvida!!
    Estou a 2 anos sem ter ato sexual eu volto a ser virgem ou não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não importa quanto tempo ficou sem ter relações, nunca voltará a seu virgem.

      Excluir

As respostas no Blog não tem custo algum, mas devido a quantidade de perguntas você tem que esperar na fila em torno de 5 a 10 dias

Precisa de uma resposta urgente, marque uma consulta particular no

email dicasderelacionamento@hotmail.com

Se algum texto publicado por aqui for de sua autoria, nos envie o link para que possamos dar os créditos. Se não autoriza a publicação de seu texto por aqui nos comunique que retiramos.

A edição desse Blog se reserva ao direito de deletar, sem aviso ou consulta prévia, comentários com conteúdo ofensivo, palavras de baixo calão, spams ou, ainda, que não sejam relacionados ao tema proposto pelo post do blog ou notícia.

Volte sempre: Déia Fargnoli

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Siga meu Facebook