terça-feira, 13 de março de 2012

Não consigo ter orgasmo. O que fazer?


 

Um grande número de mulheres se queixa da obrigação de atingir o orgasmo nas suas relações sexuais. Muita pressão e grande importância é colocada no orgasmo feminino, afastando a possibilidade de haver outros aspectos de satisfação em uma relação íntima. Normalmente, estas mulheres se sentem fracassadas e, conseqüentemente, seus parceiros inadequados como amantes.
Focar diretamente no orgasmo, seja ele masculino ou feminino, avaliando a situação como 'sucesso ou fracasso', desvaloriza a variedade de prazeres que se pode encontrar durante a transa.
Quanto mais você estiver preocupada (o) com a possibilidade de 'fracasso', mais seu medo afetará sua habilidade de experimentar prazer sexual. Na verdade a ansiedade contribui imensamente para a inibição do orgasmo.
A facilidade com que a mulher atinge o orgasmo e, a intensidade desta experiência, varia de mulher para mulher. E na mesma mulher varia de situação para situação, de tempos em tempos.
Algumas mulheres nunca chegaram a atingir o orgasmo mesmo sendo estimuladas intensamente, enquanto que outras facilmente atingem o clímax. Há também mulheres que não sabem se a sensação que experimentam chega a ser um orgasmo. O que é comum e mais freqüente é a habilidade de atingir o orgasmo algumas vezes, ou atingir o orgasmo com alguns parceiros e com outros não.
O orgasmo e a masturbação
Quase toda mulher que se estimula sexualmente chega ao orgasmo. Se você nunca teve um orgasmo, mesmo através da masturbação, a melhor maneira de experimentá-lo é saber como se tocar, descobrir as partes de seu corpo mais sensíveis, se observar nua, se acariciar, conhecer e saber manusear sua vagina. Com este exercício você vai aprender como seu corpo poderá responder a certos estímulos.
A masturbação é a maneira mais fácil que a mulher tem para se excitar e atingir o clímax, é o melhor caminho de se preparar para uma relação sexual com o parceiro. Uma vez que se consegue chegar ao orgasmo através de estimulação própria, você estará pronta para entender o desenvolvimento da excitação corporal.
Mas afinal... como é o orgasmo?
Orgasmo é uma reação de reflexos normalmente gerada por estimulação do clitóris, do qual contrações musculares são profundamente sentidas dentro da vagina como uma série de pulsações intensas. Como muitos reflexos, o orgasmo pode ser inibido e sua intensidade vai variar de acordo com seu estado psicológico.
A maior parte das mulheres atinge o orgasmo através da estimulação do clitóris, sendo o método mais comum de masturbação e o mais fácil. De alguma maneira o clitóris corresponde `a cabeça do pênis, apesar de ser mais sensível.
Algumas mulheres atingem o orgasmo através da penetração. Isto acontece através da pressão peniana, num ponto localizado no interior da vagina, sensível ao prazer sexual, o chamado Ponto G, sobre o qual iremos ainda dedicar um artigo específico nesta coluna.
Estimulação clitoriana produz um orgasmo intenso e focado. Durante a penetração, a presença do pênis na vagina parece fazer com que estas sensações diminuam ou talvez se tornem mais difusas. Esta diferença pode explicar como algumas mulheres que atingem ao orgasmo clitoriano, ficam em dúvida se realmente experimentam orgasmo durante a penetração.
A mulher necessita de estimulação contínua para atingir o clímax. Não importa se ela está perto de chegar ao orgasmo, as sensações irão se perder se não der continuidade a estimulação.
Outro fato comum de acontecer é a mulher deixar de ter um orgasmo e não se concentrar em suas próprias sensações, por estar preocupada em dar prazer ao companheiro, situação esta que resulta em frustração. A mulher deveria se concentrar mais em seus desejos e necessidades durante o ato sexual e saber mostrar o que realmente a faz sentir prazer e satisfação.
Orgasmo depende de sua habilidade de se 'deixar levar', de sua entrega emocional e corporal, de estar bem consigo mesma. Cansaço, ansiedade, tensão e ressentimentos são grandes causadores do 'insucesso' sexual.
Acho importante acrescentar que se por acaso, mesmo se sentindo à vontade para um encontro íntimo com seu parceiro, caso você não atinja o clímax esperado, não se sinta fracassada pois têm momentos que a procura do sexo é apenas uma necessidade física e/ou emocional de se sentir confortável junto ao outro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As respostas no Blog não tem custo algum, mas devido a quantidade de perguntas você tem que esperar na fila em torno de 5 a 10 dias

Precisa de uma resposta urgente, marque uma consulta particular no dicasderelacionamento@hotmail.com .


Se algum texto publicado por aqui for de sua autoria, nos envie o link para que possamos dar os créditos. Se não autoriza a publicação de seu texto por aqui nos comunique que retiramos.

A edição desse Blog se reserva ao direito de deletar, sem aviso ou consulta prévia, comentários com conteúdo ofensivo, palavras de baixo calão, spams ou, ainda, que não sejam relacionados ao tema proposto pelo post do blog ou notícia.

Volte sempre: Déia Fargnoli

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...