terça-feira, 8 de maio de 2012

Como encontrar namorado depois dos 40 anos

/ /





Se encontrar um namorado já não é muito fácil para quem está na flor da idade, imagine para mulheres que já tem mais de 40 anos. O tempo passa e não temos o mesmo viço da juventude, os nossos gostos e necessidades não são os mesmos, somos mais exigentes e não nos deixamos levar pelas aparências. Mas se somos mais exigentes também nos cuidamos melhor e queremos o melhor da vida e namorar é um prazer que não podemos deixar de aproveitar.

O número de homens livres para namorar nessa de mais de 40 anos não é muito grande, e aí talvez esteja um dos maiores problemas, a falta de opção. Dada esta realidade é preciso que as mulheres interessadas estejam preparadas para uma garimpagem no mercado a fim de encontrar o produto escasso. E pelo fato de serem escassas as opções as atenções devem ser redobradas para que não se pague um preço alto demais em um relacionamento iniciado sem os devidos critérios que devemos ter quando iniciamos um namoro.

Não existem regras rígidas para serem seguidas e nem uma formula com garantia de eficácia, porém algumas atitudes podem ser determinantes para que você obtenha êxito e consiga encontrar alguém que corresponda as suas expectativas do ponto de vista, tanto emocional quanto do ponto de vista mais racional. Do lado emocional e afetivo naturalmente nosso coração toma as decisões, por outro lado os aspectos que envolvem decisões mais racionais podem ser mais complicados. Assim é preciso ficar atenta por que aquele galanteador irresistível pode ser alguém que a escolheu exatamente para tirar proveito no futuro.

Vejamos, se o numero de homens com mais de 40 anos disponíveis para namorar já e pequeno, e ainda temos que nos cercar de mais cuidados então o que podemos fazer para termos sucesso? A primeira coisa é olhar para si, e imaginar como as pessoas te vêem, um boa dica é obter opinião sincera de algumas poucas amigas, para que a partir deste feedback você tenha uma noção clara se há algo que precisa mudar, e não estou falando apenas dos aspectos físicos, mas de um todo que inclui obviamente sua maneira de se comportar diante da vida, seus hábitos etc.

Mesmo após essa análise individual existem outras dicas gerais que se aplicam de maneira geral a maioria de nós que não podem ser ignoradas. Os tempos mudaram e já existem outras opções de encontrar pessoas além das tradicionais. Nesse caso se não tem familiaridade com a internet tá na hora de fazer um curso básico, que além de quebrar um pouco sua rotina, irá te inserir num mundo de oportunidades de conhecer pessoas que não pode ser desprezado.

Ainda sobre a internet, precisamos dar mais uma dica, redes sociais como facebook, Orkut e outras servem para aproximar pessoas de todas as idades e não apenas os mais jovens, mas se o nosso objetivo é encontrar um namorado é melhor ir direto a um site que seja especializado em namoro e fazer um cadastro. È preciso ter em mente que as pessoas que estão nos sites de namoro, diferentemente das redes sociais que têm um publico mais eclético, estão ali exatamente procurando um namorado ou namorada e isso facilita muito a abordagem, além disso, o preconceito está diminuindo muito com sua popularização, afinal não há nada de errado em buscar o amor da sua vida seja onde for.
Faça cursos daquilo que você faz com prazer. Dentro de suas possibilidades matricule-se em cursos de áreas onde você tem afinidade e tire o máximo proveito das oportunidades de se enturmar, quando nos sentamos numa cadeira da sala de aula em qualquer idade viajamos descompromissadas para um período muito bom da nossa vida.
Na escola temos a oportunidade de conhecer várias pessoas de maneira bastante segura e fácil e temos a nosso favor a possibilidade de promover atividades mais relaxantes fora da sala, como reuniões, aniversários barzinhos com os colegas, criando vínculos vão muito além do banco da sala de aula.

Se você não dança, entre num curso e aprenda principalmente a dança de salão que proporciona a sua aproximação de vários homens na sua faixa de idade. Além disso, a dança descontrai é um ótimo exercício para o corpo e para mente. O simples fato de você saber dançar já te aumentará em muito suas chances de encontrar alguém legal para sair, trocar telefones, marcar encontros em clubes ou outros eventos, lembre-se nunca mais fique plantada na cadeira numa festinha onde suas amigas se acabam no salão.

Faça trabalho voluntário, se for possível, você conhecerá no chamado terceiro setor pessoas maravilhosas que enriquecerão sua vida com sua disposição em ajudar o próximo. O fato de você ter a sua volta pessoas conscientes, inteligentes, dignas e dispostas a ajudar seu semelhante traz a paz de espírito tão importante para o seu equilíbrio emocional, um fator muito importante para não afugentar as pessoas que se aproximam de você, aliás, muitas mulheres conseguem afugentar qualquer homem que por ventura se interessem por elas sem mesmo se dar conta, é bom ficar atenta para que isso não ocorra com você.

Finalmente, temos poucas certezas quando tentamos de alguma forma orientar as pessoas que procuram um namorado ou marido, seja aos 40 anos ou aos 18, mas basicamente é sabido que para atrair a atenção do outro temos de demonstrar estar bem conosco, temos que brilhar, deixando nossa alegria e vontade de viver irradiar. Temos de estar presentes onde pessoas com os mesmos objetivos que nós estão e, sobretudo com muita calma viver intensamente cada dia. O namorado que você sonhou aparecerá quando menos esperar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As respostas no Blog não tem custo algum, mas devido a quantidade de perguntas você tem que esperar na fila em torno de 5 a 10 dias

Precisa de uma resposta urgente, marque uma consulta particular no dicasderelacionamento@hotmail.com .


Se algum texto publicado por aqui for de sua autoria, nos envie o link para que possamos dar os créditos. Se não autoriza a publicação de seu texto por aqui nos comunique que retiramos.

A edição desse Blog se reserva ao direito de deletar, sem aviso ou consulta prévia, comentários com conteúdo ofensivo, palavras de baixo calão, spams ou, ainda, que não sejam relacionados ao tema proposto pelo post do blog ou notícia.

Volte sempre: Déia Fargnoli

Siga meu Facebook