quinta-feira, 3 de maio de 2012

Sexo na 3ª idade: sexualidade combina com maturidade



No meio científico existem ainda muitas discussões a respeito da andropausa. Desse modo, prefiro direcionar minha resposta no sentido da sexualidade na maturidade. À medida que o homem envelhece, algumas limitações físicas surgem pelo caminho, a exemplo da perda de musculatura, alterações do metabolismo, alterações na resposta sexual. Dentre as alterações na parte sexual estão: o aumento do tempo para obtenção de ereção; ereções menos firmes; sensibilidade reduzida (premência ejaculatória); menor quantidade de sêmen; e aumento do período refratário (tempo que compreende o final de uma relação sexual e o início de outra).
"É muito comum no imaginário popular associar sexualidade com juventude. Ledo engano que pode funcionar como base para o surgimento de dificuldades sexuais de fundo emocional"
Agora, foquemos em um aspecto importante, que muitos homens - e mulheres - não dedicam à devida reflexão. Muitos homens, pelo fato de estarem envelhecendo, acham que estão a caminho do fim da vida sexual. É muito comum no imaginário popular associar sexualidade com juventude. Ledo engano que pode funcionar como base para o surgimento de dificuldades sexuais de fundo emocional.
Quantidade de sexo é trocada por qualidade na maturidade
Com o avanço da idade, como mencionado acima, existem alterações e não interrupção da vida sexual, salvo casos de doenças orgânicas. Desse modo, a resposta sexual não é a mesma que antes, quando a pessoa era mais jovem. É na maturidade que se deixa de lado a quantidade de relações e se experimenta a qualidade da vida sexual. Negar as mudanças advindas com o tempo é criar um campo para sofrimento, frustração e, por que não, preconceito contra si mesmo.
É importante que o casal reaprenda maneiras de obtenção de prazer sexual. É comum que o casal tenha se acostumado a um padrão e, se as condições não são favoráveis - as marcas da maturidade, por exemplo - a esse padrão, a tendência é acreditar que a capacidade sexual não mais exista. É muito raro que as marcas da maturidade interrompam por completo a resposta sexual, seja do homem, seja da mulher. Por outro lado, as dificuldades sexuais podem se tornar severas, caso não existam condições que favoreçam a expressão afetivo-sexual como: brigas, desgaste da relação, rigidez, impaciência, mito de que a sexualidade acaba com o avanço da idade, entre outros.
Nunca é demais lembrar que o consumo exagerado de fumo, álcool, e outras drogas podem acentuar as alterações do organismo. Outras doenças que também provocam limitações são diabetes, obesidade, doenças coronárias, hipertensão. A atividade física e o manter hábitos saudáveis é um bom caminho para se prevenir doenças e favorecer uma vida saudável, inclusive a sexual. E, para finalizar, sexualidade combina com maturidade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As respostas no Blog não tem custo algum, mas devido a quantidade de perguntas você tem que esperar na fila em torno de 5 a 10 dias

Precisa de uma resposta urgente, marque uma consulta particular no dicasderelacionamento@hotmail.com .


Se algum texto publicado por aqui for de sua autoria, nos envie o link para que possamos dar os créditos. Se não autoriza a publicação de seu texto por aqui nos comunique que retiramos.

A edição desse Blog se reserva ao direito de deletar, sem aviso ou consulta prévia, comentários com conteúdo ofensivo, palavras de baixo calão, spams ou, ainda, que não sejam relacionados ao tema proposto pelo post do blog ou notícia.

Volte sempre: Déia Fargnoli

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...