segunda-feira, 11 de março de 2013

Conheça os principais mitos sobre a sua ejaculação

/ /
Papo gozado



A ejaculação tem um significado muito grande para os homens e para a relação sexual. Virilidade, fertilidade, gozo, sacanagem, o fato é que, muito embora as mulheres possam variar (porque sempre variamos) entre a admiração e o nojo, se um homem não ejacula ativa-se um alerta, como se algo estivesse errado. É o costume. Por isso, aqui vão alguns mitos da ejaculação masculina.
Mito 1: orgasmo e ejaculação andam juntos
Para a maioria dos homens é assim, pois o organismo associa os dois fenômenos para fins reprodutivos. No entanto, para os adeptos do sexo tântrico, é possível ter um ou mais orgasmos (a sensação deliciosa deles) sem ejacular, o que garante mais tempo de pênis ereto – assim, mais penetração, envolvimento, carícias e afins. São homens “injaculadores”, que têm “orgasmos secos”. Mas não pense que é fácil dissociar: envolve muita atenção aos sentidos, controle dos músculos pubococcígeos, concentração, respiração e treino. É uma outra forma de fazer sexo. Interessou-se? Procure manuais sobre sexo tântrico ou mestres no assunto. Vale lembrar que há homens que removeram a próstata e que, portanto, têm o que chamamos de ejaculação seca: ele tem orgasmo e ejacula, mas, como o líquido seminal não é mais produzido (pela próstata), nada sai.
Mito 2: ejaculação precoce não tem cura
O problema tem cura para a maioria dos homens que sofrem com essa disfunção – desde que haja treino, que envolve técnicas de compressão e masturbação. Com ele, o homem identifica os sinais de seu corpo e faz um trabalho para melhorar a ansiedade. Só que há um grupo de homens que tem ejaculação precoce primária de nível grave, que acontece a vida toda, com menos de 1 minuto de penetração. Ela pode ser desencadeada por uma perturbação do sistema nervoso. Por isso, é sempre importante a avaliação de um urologista (para descartar possíveis causas físicas) e a consulta a um terapeuta sexual (para a melhora dos sintomas).
Mito 3: é bom ser atleta sexual
Embora seja uma condição que acometa cerca de 4% dos homens, temos percebido ligeiro aumento dos que apresentam incapacidade de ter orgasmo (e, portanto, ejacular) por sentirem-se pressionados em manter a ereção para uma penetração prolongada. Chega uma hora que o corpo cansa e perdesse a ereção. Portanto, ser um “atleta sexual” pode ser um feitiço que vira contra o feiticeiro. Medo de engravidar a parceira ou problemas emocionais podem também causar a disfunção. À medida que os homens envelhecem, é comum que demorem mais tempo para atingir o orgasmo e nem sempre ejaculem em todas as relações sexuais.
Mito 4: o sêmem é máscara de beleza
Por ser rico em minerais, zinco, aminoácidos, proteínas, hormônios e vitaminas, a mulherada adora contar vantagem dizendo que fez uma máscara facial que deixou a pele incrível. Sem comprovação científica, é papo de boteco e você não deve cair nessa: nem todas as mulheres curtem essa ejaculação no rosto, que empasta o cabelo e arde o olho – e as que gostam não gostam sempre. Na dúvida, evite!
Ana Canosa é psicóloga clínica, terapeuta e educadora sexual, e acredita que a ejaculação tem forte apelo erótico no jogo sexual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As respostas no Blog não tem custo algum, mas devido a quantidade de perguntas você tem que esperar na fila em torno de 5 a 10 dias

Precisa de uma resposta urgente, marque uma consulta particular no

email dicasderelacionamento@hotmail.com

Se algum texto publicado por aqui for de sua autoria, nos envie o link para que possamos dar os créditos. Se não autoriza a publicação de seu texto por aqui nos comunique que retiramos.

A edição desse Blog se reserva ao direito de deletar, sem aviso ou consulta prévia, comentários com conteúdo ofensivo, palavras de baixo calão, spams ou, ainda, que não sejam relacionados ao tema proposto pelo post do blog ou notícia.

Volte sempre: Déia Fargnoli

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Siga meu Facebook