quarta-feira, 8 de maio de 2013

Relacionamento Gay: jovens vs coroas.

/ /

Hoje vou falar sobre um tema que é muito comum no meio gay: a grande diferença de idade dos parceiros dentro de relacionamento.


Não sei se é uma tendência, fetiche ou sei lá o que, mas é muito comum encontrarmos nos chats, sites de relacionamentos jovens se interessando por caras mais velhos.

Não sei o que acontece com nós (novinhos) para nos sentirmos tão atraídos, seduzidos e absurdamente excitados por um cara mais experiente (isso não significa ter idade e sim atitude e virilidade), quem já experimentou sabe bem o que é aquele ditado “panela velha é que faz comida boa”!

A diferença de Idade!

Primeiro vamos deixar algumas coisas bem claras: nada na vida é certeza de nada, então só tentando para saber se vai dar certo e se vale a pena. Nada dura para sempre e que dure enquanto for bom e que te faça feliz, se o lance começar a capengar, repense se isso é bom para sua vida. Por ultimo a idade em algum momento vai pesar sim, basta os dois saberem trabalhar isso!

Depois de muito quebrar a cara, me decepcionar (principalmente com expectativas que criamos e o coitado nunca sabe), agir como um bobo, me irritar e irritar o parceiro, aos poucos aprendi a lidar, ter um “jogo de cintura” e me envolver com um homem mais velho.

Aspectos que todos devemos saber ao nos relacionarmos com pessoas de idades muito diferentes da nossa;

·  Fases de vida diferentes: saber lidar com isso é primordial para a relação funcionar e ser satisfatória. Um cara de vinte e poucos quer estudar, se divertir, não sente dores aqui e acolá, não se leva tão a sério, vê a vida como um leque de opções a se escolher, tem sonhos (alguns utopias) e gana de conquista-los, consegue gozar 3 ou 4 vezes numa noite, tem fôlego de sobra para virar a noite numa balada e ainda no dia seguinte estar no emprego as 8 da manha. Os homens de trinta e poucos ou quarentões já viveram essa fase dos sonhos e do fervo, eles estão num ritmo mais light, tem uma responsabilidade e maturidade muito maior (é o que se espera de um cara dessa idade), o cansaço físico e mental neles existem e não é frescura como muitos de nós novinhos achamos, eles sabem muito bem o que é a vida, o peso e o valor que ela cobra, não saem por ai fazendo loucuras, pensando com a cabeça de baixo e tendo a impetuosidade de um cara de vinte anos nas suas ações (isso é o que chamamos de segurança), para nós que somos mais novo isso pode ser algo positivo ou negativo, temos que saber conviver com isso, mas no lado sexual a experiência que o coroa tem (a maioria tem, mas também há os molengas e sem pegada), novinho nenhum tem isso é o que nos prende, nos faz deseja-los e ama-los.

·  Ele tem um passado e você não! Em minha opinião isto é uma das coisas mais chatas de se envolver com um coroa, O PASSADO DELE! Eu gosto de usar esse exemplo “o cara novo é como se fosse um caderno que está quase em branco, com poucas coisas escritas, quando ele conhece alguém ele começa a escrever historias com um novo personagem, muda o roteiro e o rumo da historia, cada pagina é uma coisa nova e não é muito preciso ficar relendo o que foi escrito para entender a historia que esta sendo escrita. Já um homem experiente é um caderno que esta escrito passando do meio, as historias escritas vão dando indícios que se mudam para escrever o final, quando entra uma pessoa nova para ajudar a escrever ela tem que reler tudo o que foi escrito para saber e entender como estava sendo escrita essa historia, o chato nisso é que há capítulos bons, alguns ruins (dramas, conflitos, perdas) e outros péssimos (exs, traumas, frustrações, filhos), não podemos apagar e reescrever tudo, então temos que aceitar o que foi escrito e a partir de então ajudar a escrever algo melhor do que ali esta”.  Os novinhos devem saber lidar com isso, mesmo o cara tendo um passado podre, é rodado (rodou mais que o cd da Xuxa em festa infantil), tem historias que o incomodam ou no pior dos casos tem família (filhos), cabe ao novinho decidir se que conviver com isso e aceitar todo esse histórico. Quem leva vantagem nesse aspecto é o coroa, pois ele esta se relacionando com uma pessoa nova, que esta começando sua historia e não tem as chatices, reclamações, traumas e nem ficam enchendo a paciência falando de coisas que você nunca viveu!

·  Empatia e semancol! Isso é fundamental nos dois. Serve para o novo e para o experiente, empatia é necessário em qualquer tipo de relacionamento e deve ser praticada no dia-a-dia. Ambos devem saber conviver e entender o ritmo de cada um, as vontades, as necessidades, respeitar o que cada um sente e gosta e da forma mais sensata e satisfatória ambos trabalharem juntos para um não ficar fazendo coisas que somente um gosta ou vice versa. Semancol para tudo na vida, não julgar menosprezar, se achar melhor ou um querer mudar o outro, cada um é cada um, todos um diferente do outro, o jovem não deve ser infantil, mimado e nem pra frente (respondão, briguento, marrento), o coroa não deve querer ser o paizão, o sabe tudo, que quer ensinar, criticar o que esta ou acha errado no parceiro,  muito menos querer ficar só em casa sem sair (com o tempo o mais  novo se enche e resulta em chifre), ambos devem trabalhar as diferenças e se unir nas semelhanças.


Estes são aspectos importantes, tem muito outros a serem examinados, mas o legal nesse lance de relacionamento é aprendendo essas coisas no dia-a-dia e não nos basearmos somente em formulas e dicas. Cada relação é uma diferente da outra, só não devemos nos deixar serem feitos de palhaços, ridicularizados, humilhados e nem nos anular, nos deixando nos iludir e nos magoar pelo outro!

Lembre-se “o amor é uma mistura de beleza e paciência, se der certo beleza, se não der paciência!” rsrs













Um comentário:

  1. eu sei que nós samos diferentes mas tenho certenzar que ele mim amam. e eu tbm amor meu braquinho top..kkkboua tarde meus amores.

    ResponderExcluir

As respostas no Blog não tem custo algum, mas devido a quantidade de perguntas você tem que esperar na fila em torno de 5 a 10 dias

Precisa de uma resposta urgente, marque uma consulta particular no dicasderelacionamento@hotmail.com .


Se algum texto publicado por aqui for de sua autoria, nos envie o link para que possamos dar os créditos. Se não autoriza a publicação de seu texto por aqui nos comunique que retiramos.

A edição desse Blog se reserva ao direito de deletar, sem aviso ou consulta prévia, comentários com conteúdo ofensivo, palavras de baixo calão, spams ou, ainda, que não sejam relacionados ao tema proposto pelo post do blog ou notícia.

Volte sempre: Déia Fargnoli

Siga meu Facebook