sábado, 17 de março de 2012

Eu também quero uma história de amor!

/ /

 


De repente, como em um filme, você olha ao seu redor e só vê casais. Andando na rua, almoçando em um restaurante, na praia, em boates... Só casais! De uma hora para a outra, todos parecem estar namorando ou mesmo casados. Todos... Menos você. “Por que só eu continuo sozinho(a)?”, você se pergunta. “Como todo mundo consegue, menos eu?”, você indaga a si mesmo(a). “Todos(as) parecem tão felizes em seus relacionamentos, e eu nem relacionamento tenho!”, você se desespera.

Calma, nem tudo está perdido! Em primeiro lugar, essa ideia de que *todos*, menos você, estão em uma determinada situação evidentemente não passa de uma impressão. Você provavelmente está tão voltado(a) para este assunto que seu olhar acaba ficando “viciado” e não te deixa perceber que há muitas pessoas que procuram um amor, assim como você. Um olhar neutro permite constatar que em todos os lugares há tanto casais como solteiros(as).

Essa sensação de que você é o(a) único(a) que não consegue ter um relacionamento sério provavelmente é decorrente de um repetitivo ciclo que envolve buscas, envolvimento e decepções. Tais experiências fazem você ter a impressão de que está fadado(a) a terminar sozinho(a) e triste, enquanto todas as outras pessoas encontraram seu verdadeiro amor e estão felizes.

Pensando desta maneira, você se esquece apenas de um dado, que não é exatamente um detalhe. Histórias de amor não estão prontas, mas são construídas. Elas não caem do céu no colo de alguém, mas começam do zero. E começar do zero significa que, no início, ninguém sabe como a história vai terminar. Não se sabe, de antemão, se aquele é ou não o verdadeiro amor. Às vezes o que parece ser o romance ideal vem a gerar uma série de frustrações no futuro.

O que quero dizer, em outras palavras, é o seguinte: quando você olha a seu redor e vê casais felizes, você está olhando para o ponto de chegada de uma história cujo caminho você desconhece. Você não sabe quantas buscas sem resultado, quantos encontros mal-sucedidos e quantas decepções as duas pessoas experimentaram até que se encontrassem e se tornassem um casal feliz. Você está vendo apenas um lado da história dos outros, ao mesmo tempo em que conhece todos os lados da sua. É natural, portanto, que pareça que tudo é perfeito apenas com outros, já que você não sabe as dificuldades que eles enfrentaram.

E por que essas pessoas conseguiram? Porque persistiram. Porque não se deixaram abater quando as coisas deram errado ou quando saíram diferentes do que gostariam. Porque continuaram acreditando na própria capacidade de amar e de ser amadas. Porque continuaram se sentindo merecedoras de um relacionamento feliz.

Para que você também tenha sucesso, é fundamental que tenha a consciência de que histórias de amor começam exatamente como a sua. Cabe a você acreditar que é capaz e investir de todas as maneiras para encontrar seu verdadeiro amor. Cabe a você usar as frustrações como aprendizado, e não encará-las como prova de incompetência ou de incapacidade. Cabe a você usar todos os recursos possíveis para realizar seus sonhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As respostas no Blog não tem custo algum, mas devido a quantidade de perguntas você tem que esperar na fila em torno de 5 a 10 dias

Precisa de uma resposta urgente, marque uma consulta particular no dicasderelacionamento@hotmail.com .


Se algum texto publicado por aqui for de sua autoria, nos envie o link para que possamos dar os créditos. Se não autoriza a publicação de seu texto por aqui nos comunique que retiramos.

A edição desse Blog se reserva ao direito de deletar, sem aviso ou consulta prévia, comentários com conteúdo ofensivo, palavras de baixo calão, spams ou, ainda, que não sejam relacionados ao tema proposto pelo post do blog ou notícia.

Volte sempre: Déia Fargnoli

Siga meu Facebook